Juíza decreta prisão preventiva de PM que atirou em Saulo Dugado - PORTAL DO ÁGUIA

>

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Juíza decreta prisão preventiva de PM que atirou em Saulo Dugado

A juíza de Direito Valdenia Moura da 9ª Vara Criminal da Comarca de Teresina revogou a prisão provisória e determinou a prisão preventiva do cabo Wanderley Rodrigues da Silva. A decisão foi assinada no dia 21 de maio e divulgada nesta terça-feira (22).
Cabo Wanderley Silva
W. Silva se envolveu em umabriga em uma padaria na zona leste da capital, oportunidade em que efetuou disparos contra o cantor Saulo Dugado. A magistrada considerou que, assim, o policial militar descumpriu as condições para se manter em liberdade.

O Ministério Público do Piauí, através do promotor de Justiça Assuero 

Stevenson, requereu a prisão preventiva do policial militar. No processo penal, Wanderley Rodrigues é acusado de peculato. Ele foi posto em liberdade, no dia 17 de abril de 2018.

“Agindo como agiu, o denunciado descumpriu as condições que lhe foram impostas quando da concessão de sua liberdade, mormente as seguintes: “c) não andar armado, salvo se de serviço estiver; e) não se envolver em qualquer outro delito”, argumentou o promotor de Justiça.

Fonte:Viagora

Post Top Ad

Responsive Ads Here