Coronel acusa Bolsonaro de tentar terceirizar segurança - PORTAL DO ÁGUIA

>

Post Top Ad

Responsive Ads Here

sexta-feira, 24 de maio de 2019

Coronel acusa Bolsonaro de tentar terceirizar segurança

Deputada estadual Coronel Carlos Augusto (PR)
O deputado Coronel Carlos Augusto (PR) acusou o presidente Bolsonaro de querer "terceirizar" a segurança pública, que é um dever do Estado, passando para a sociedade, para os brasileiros, a responsabilidade pela proteção de suas vidas, de suas famílias e suas propriedades, ao tentar armar a população. "Cidadão de bem não puxa o gatilho".

As armas, segundo o deputado, que já foi comandante-geral da Polícia Militar do Piauí, vão acabar na mão do crime, oferecendo risco não só para o cidadão, mas também para os policiais, que vão ser recebidos pelos bandidos armados de fuzis, que estarão liberados depois da mudança da legislação sobre armas. 

Carlos Augusto disse que assiste com imensa preocupação o descaso do Governo Federal com a segurança pública, que não tem financiamento para o patrulhamento das fronteiras, para o combate ao tráfico e ao contrabando. Ele lamentou que veja o presidente Bolsonaro pregando a liberação das armas para qualquer cidadão e depois voltando atrás, sem saber o que está fazendo”, falou. 

Ele disse que nunca viu tantos absurdos numa folha de papel, mostrando toda a sua incompetência. “Ele não resolve a questão dos 14 milhões de desempregados, da falta de infra-estrutura e de tantos outros problemas do País. Somente no ano passado mais de 4 mil mulheres foram assassinadas e ainda tenha gente que defenda o porte e a posse de armas”, disse. 

Coronel Carlos Augusto afirmou que Bolsonaro quer transferir para o cidadão comum uma obrigação do Estado. “A segurança pública é uma obrigação do Estado, ele não pode terceirizar passando para o cidadão comum essa obrigação. Como um policial vai enfrentar um bandido sabendo que ele pode estar armado com fuzis e pistolas de grosso calibre?”, indagou. 

Ele disse também que esteve ontem (22) em Picos participando da formatura de mais uma turma de sargentos da Polícia Militar, somando o total de 240 novos profissionais que alcançam a patente somente este ano, após fazerem um curso de mais 600 horas/aula. “Quero parabenizar o comandante da PM, coronel Lindomar Castilho, pela excelente atuação na formação de novos sargentos, cabos e soldados daquela corporação”, encerrou.

Fonte: Alepi 

Post Top Ad

Responsive Ads Here