Technology

BRITO VEÍCULO

BRITO VEÍCULO

Design de Sobranceiras

Design de Sobranceiras
Mostrando postagens com marcador NACIONAIS. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador NACIONAIS. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 21 de maio de 2019

Caixa começa a chamar candidatos aprovados no concurso de 2014

Os aprovados começam a ser chamados a partir de 3 de junho

Os candidatos aprovados no concurso da Caixa realizado em 2014 começam a ser chamados a partir do dia 3 de junho deste ano. De acordo com o banco, a convocação será feita conforme a necessidade e estratégia da instituição financeira.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que as contratações têm por objetivo o fortalecimento da rede de agências, valorizando o atendimento aos clientes.

“É importante focar em colocar as pessoas na rede, que é o principal contato da Caixa com os mais de 93 milhões de clientes que temos”.

PDV

Nessa segunda-feira (20), o banco colocou em execução o Programa de Desligamento de Empregado. O prazo para adesão dos funcionários interessados é até 7 de junho.

Fonte: Agência Brasil 

domingo, 19 de maio de 2019

Tatuador é preso e confessa que matou 32 pessoas

Um tatuador preso duas semanas atrás pela morte de Erik Stocker, de 77 anos, em abril, confessou, na sexta-feira (17/5), diante de repórteres que o aguardavam do lado de fora de um tribunal em Nova York (EUA), ter assassinado 32 pessoas desde quando tinha 12 anos.

Nicholas Brent Gibson revelou ter matado Erik, usando uma espada samurai no apartamento de Miami Beach (Flórida) que ele dividia com Erik. Ele argumentou que a vítima tinha pedido para morrer.

O preso deverá ser extraditado para responder pelo homicídio na Flórida.

Após a confissão dos múltiplos assassinatos, investigadores começaram a reabir casos que haviam sido encerrados nas últimas décadas e pesquisar relatos de desaparecimentos, especialmente na Flórida.

Agentes ainda não sabem se a confissão é verídica ou produto da fantasia de Nicholas.

Ele identificou Essi Puhakka, de 27 anos, como uma das vítimas, de acordo com a mídia local. A finlandesa foi achada afogada em Biscayne Bay (Flórida, EUA) em fevereiro de 2015. A autópsia foi inconclusiva.

O tatuador disse, ainda, ter matado um russo em Tampa Bay (Flórida) e, um outro homem, que ele identificou como afro-americano em Compton (Califórnia) e um semteto em Key West (Flórida).

A maior parte dos alegados assassinatos foi cometida com faca. O primeiro deles, conforme alega Nicholas, foi em 1999. Ele teria golpeado mortalmente com um tijolo um homem desconhecido.

Fonte: Extra

sexta-feira, 17 de maio de 2019

Bolsa Família pode deixar de ser pago no segundo semestre


Cartão Bolsa Família
Sem um bom relacionamento no Congresso, o governo corre o risco de ficar sem dinheiro para pagar benefícios assistenciais, como o Bolsa Família, a partir do segundo semestre. Parlamentares têm resistido em aprovar um crédito extra no valor de R$ 248,9 bilhões solicitado pela equipe econômica de Jair Bolsonaro, que pede urgência na liberação para não descumprir a chamada regra de ouro - que impede a emissão de dívida para o pagamento de despesas correntes.

Nem mesmo o apelo do ministro da Economia, Paulo Guedes, feito nesta semana em reunião na Câmara, surtiu efeito. Embora parlamentares reconheçam a necessidade de liberar os recursos, o assunto esbarra no descontentamento com a articulação do Planalto. Deputados e senadores ouvidos pelo Estadão/Broadcast condicionam a aprovação do projeto a um diálogo maior com o Executivo e cobram esclarecimentos sobre o tamanho do crédito solicitado pelo governo. A desconfiança é de que a equipe de Bolsonaro apresenta um quadro pior do que realmente é.

O projeto que libera os recursos foi encaminhado pelo governo ao Congresso em março e desde então está parado na Comissão Mista de Orçamento. O prazo para o colegiado analisar o pedido vai até novembro, mas o governo tem pressa e quer a votação do texto até o mês que vem. De acordo com Guedes, sem o crédito, os pagamentos de subsídios vão parar em junho, de benefícios assistenciais, em agosto, e do Bolsa Família, em setembro. Guedes declarou que o recurso também será usado para pagar a Previdência, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e o Plano Safra, temas sensíveis aos congressistas. "Estamos à beira de um abismo fiscal", disse o ministro em reunião na terça-feira.

Segundo a consultoria Bites, especializada em análise de dados no universo digital, a busca pelo termo Bolsa Família aumentou nas 24 horas após as declarações do ministro. As perguntas mais frequentes eram "bolsa família vai acabar" e suas variações. Questionado sobre o risco de ficar sem dinheiro para pagar os beneficiários, o Ministério da Cidadania, responsável pelo programa, respondeu apenas que "o governo federal cumprirá seus compromissos".

Relator do projeto, o deputado Hildo Rocha (MDB-MA) afirmou que pretende apresentar um parecer sobre o pedido apenas no mês que vem. "É necessária toda uma articulação política forte em cima. Eles (o governo) não estão fazendo articulação política", disse.

Parlamentares também passaram a questionar o valor do crédito após o secretário adjunto do Tesouro Nacional, Otavio Ladeira, citar um cálculo conservador que aponta a necessidade de, no mínimo, R$ 146,7 bilhões para pagar as despesas.

"Na hora que chegarmos à conclusão de que há uma sedimentação de informações suficientes, colocaremos em votação", disse o presidente da comissão, senador Marcelo Castro (MDB-PI).

Segundo o Tesouro, porém, os R$ 248,9 bilhões se referem às despesas previstas no projeto de lei orçamentária de 2019. Já o valor de R$ 146 bilhões é o que faltaria, segundo dados de hoje, para cumprir a regra de ouro. O valor é menor do que o calculado no ano passado porque hoje o governo pode contar com outros recursos que não estavam previstos, como o lucro do Banco Central de 2018. Ainda assim, o pagamento das despesas que somam R$ 248,9 bilhões dependem da aprovação do projeto para ser feito, já que não há autorização no orçamento deste ano.

A abertura de crédito sem autorização do Congresso foi um dos motivos que levou ao impeachment de Dilma Rousseff.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mina em Barão de Cocais pode se romper a partir de domingo

Barragem Sul Superior fica na Mina Gongo Soco, em Barão de Cocais, na Região Central de MG

O Ministério Público de Minas Gerais expediu, nesta quinta-feira (16), recomendação à Vale para que a mineradora mantenha a população de Barão de Cocais informada sobre os riscos, danos e impactos de um possível rompimento da Barragem Sul Superior. 

Na terça-feira (14), a Vale confirmou que houve uma movimentação no talude norte da Cava de Gongo Soco. De acordo com a da Defesa Civil de Minas Gerais, a estrutura está se deslocando cerca de quatro centímetros por dia e pode atingir a barragem em caso de ruptura.

A recomendação foi dada depois que o Ministério Público obteve, da própria Vale, documento que confirma que, caso permaneça a velocidade de aceleração de movimentação, há possibilidade de rompimento da estrutura entre os dias 19 e 25 de maio.

A barragem é do mesmo tipo da de Brumadinho, que se rompeu em 25 de janeiro. Até esta tarde, a Defesa Civil calculava que a tragédia tinha deixado 240 mortos - 32 seguem desaparecidos.

De acordo com a Vale, a cava da mina fica a 1,5 quilômetros da barragem e não há “elementos técnicos até o momento para se afirmar que o eventual escorregamento do talude Norte da Cava da Mina Gongo Soco desencadeará gatilho para a ruptura da Barragem Sul Superior”. A empresa afirmou ainda que a cava e a barragem são monitoradas 24 horas por dia.

Um novo simulado em Barão de Cocais está agendado para este sábado (18).

Apoio à população

O Ministério Público recomenda, ainda, que a mineradora forneça apoio logístico, psicológico, médico, além de alimentação às pessoas que podem ser atingidas.

A empresa também deve manter um posto de atendimento 24 horas nas proximidades dos centros das cidades de Barão de Cocais, Santa Bárbara e São Gonçalo do Rio Abaixo. Estes postos devem ter equipes multidisciplinares preparadas para acolhimento, atendimento às comunidades.

Segundo o MP, a Vale tem seis horas para informar ao órgão as medidas adotadas.

Dimensão dos danos

A Defesa Civil Estadual disse, na quarta-feira (15), que, caso haja deslocamento da estrutura, ainda não se sabe a força, nem a quantidade de material que seria levado para dentro da cava, que fica atrás da Barragem Sul Superior.

O G1 questionou, nesta quinta, se a Defesa Civil já tem informações sobre a dimensão dos danos caso haja rompimento do talude, mas o porta-voz da corporação, tenente-coronel Flávio Godinho, estava em reunião e não se pronunciou sobre o assunto.

Até a última atualização desta reportagem, a Vale não tinha se posicionado sobre a recomendação.

Fonte: G1

Senadores vão representar contra Flávio Bolsonaro no Conselho de Ética


Senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ)A denúncia do Ministério Público do Rio de Janeiro sobre indícios de fraudes financeiras do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) começa a ter desdobramentos. Senadores já se articulam para apresentar uma representação contra o filho do presidente no Conselho de Ética da Casa.

O MP pediu a quebra do sigilo bancário de Flávio por suspeitas de irregularidades. Pelo menos cinco parlamentares da oposição consultaram a mesa diretora sobre a possibilidade de pedir a cassação do filho do presidente.

O colegiado pode rejeitar o processo. O que vai acontecer no futuro vai depender da articulação do governo. O Conselho de Ética do Senado ainda não foi instalado.

Lavagem

O MP-RJ apurou indícios de lavagem de dinheiro nas transações imobiliárias de Flávio, à época em que era deputado estadual pelo Rio.

De acordo com os promotores, o filho de Bolsonaro lucrou R$ 3,08 milhões com compra e venda de imóveis entre 2010 e 2017, quando adquiriu 19 apartamentos e salas comerciais pelo valor de R$ 9,4 milhões.

Fonte: Revista Fórum

Marília Mendonça faz show em Caxias e leva calote de R$ 130 mil

Marília Mendonça

A cantora Marília Mendonça realizou um show em Caxias, no Maranhão, e foi enrolada ao receber o pagamento. Segundo o colunista Leo Dias, do portal UOL, a cantora recebeu apenas parte do valor em dinheiro e o restante foi entregue em cheque, mas sem fundo.

Ainda segundo o colunista, o cheque seria no valor de R$ 130 mil. O valor imaginário foi destinado à empresa que está no nome de Marília, a Sentimento Louco Produções Artísticas. O nome do autor do documento não foi divulgado.

A assessoria de imprensa da Rainha da Sofrência informou que “tanto o departamento jurídico quanto o responsável pela agenda da cantora já estão tentando resolver a situação”, disse o jornalista.

Fonte: Léo Dias/Uol
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Portal do Águia - Blog de notícias de Parnaíba, Piauí, Brasil